website
statistics

Uso de Smartphones e dispositivos móveis crescem na América Latina

Uso de Smartphones e dispositivos móveis crescem na América Latina

 

Estudo do eMarketer aponta a consolidação da telefonia móvel em 2014 na região e mostra o Brasil na sexta posição entre os 25 países com maior número de usuários de smartphones

 

 2014 parece ter sido o ano da consolidação do setor de telefonia móvel na América Latina. Além de observarmos a proliferação de dispositivos móveis em qualquer lugar público, o aumento do uso de smartphones e o avanço da Internet móvel, estudos também relatam o crescimento da penetração da telefonia móvel em diferentes países da região.

 

De acordo com o estudo «Smartphones Users and Penetration Worldwide, 2013-2018«, realizado pelo eMarketer,um quarto da população mundial terá um smartphone em 2015, e 51,7% dos usuários de celular em todo o mundo usarão smartphones em 2018, o que representa um total de 2.560 bilhões de pessoas.

 

No que diz respeito à América Latina, o relatório mostra o Brasil em sexto lugar entre os 25 países com maior número de usuários de smartphones em 2014, com 38,8 milhões; com o México na 11ª posição, com 28,7 milhões de usuários; Colômbia em 22° no ranking, com 14,4 milhões; e Argentina na 25ª colocação, com 10,8 milhões de usuários.

 

Já o levantamento“Economía móvil: América Latina 2014”,elaborado pela GSMA América Latinae lançado em novembro passado, na cidade de Quito, revela que no final de setembro de 2014, conexões móveis através de smartphones representaram 30% do total na região, e chegarão a 70% em 2020, com 605 milhões de acessos móveis via smartphones. A GSMA espera que a América Latina seja a segunda região com maior penetração de smartphones em 2020, ficando atrás apenas da Ásia-Pacífico.

 

«A alta penetração de celulares na América Latina, a modernização dos dispositivos com a adoção média de 30% dos smartphones na região em 2014, e um maior acesso à Internet móvel, contribuiram para o rápido crescimento da publicidade em dispositivos móveis em nossa região, onde mais e mais marcas querem impactar o público por meio de dispositivos móveis», afirma Alberto Pardo, CEO da Adsmovil, especializada em publicidade móvel na América Latina e no mercado hispânico dos EUA.

 

Em termos de publicidade móvel, Pardo afirma que em 2015, o Brasil vai se tornar o maior mercado da América Latina ao ultrapassar o México. “Já os Estados Unidos continuarão a ser o mercado global mais importante e os hispânicos que moram nesse país seguirão definindo tendências no domínio digital, sendo hoje um dos grupos multiculturais com maior penetração e utilização de dispositivos móveis», conclui o executivo.

 

O elevado crescimento que a indústria de telefonia móvel vem registrando na região e as projeções de estudos sobre o mercado nos próximos quatro anos, representam uma grande oportunidade para a publicidade e marcas interessadas em alcançar audiências móveis móvel.

Contáctanos

Escríbenos para conocer más sobre nuestra oferta de servicios.

Not readable? Change text. captcha txt